Pages

Rebeca, Ester e Rute

Quando falamos em casamento, normalmente, nós mulheres tendemos a pensar na cerimônia, no vestido, cabelo, maquiagem, a festa, o bolo, o salão, as lembrancinhas e etc. Além de super romantizar a vida pós-casamento.
Eu já me peguei varias vezes fazendo isso!
De certo que a vida sentimental é coisa mais importante depois da nossa salvação, por isso o fato do casamento ser tão esperado e almejado por nós.
Afinal buscamos encontrar alguém que partilhará sua vida e formará uma nova família conosco.


A Bíblia nos conta diversas histórias a respeito de casamento, como a de Rute, a de Ester e a de Rebeca. Essas histórias, no entanto, presam os momentos que antecedem o casamento, falam como se deu o encontro do casal.
A cerimônia, a festa e o pós-casamento não são o enfoque destas histórias.
Não que seja errado pensar nessas coisas, mais essas mulheres priorizaram sua vida com Deus e por isso alcançaram a felicidade que tanto almejavam.


Em comum,vemos que a atitude dessas mulheres foram fundamentais para que houvesse o encontro com seus maridos, resultando no casamento. Elas tiveram que abrir mão de suas famílias, dos hábitos e costumes de sua terra. Porque acreditavam no Deus que serviam.
Rute e Rebeca abriram mão de seus povos, suas vidas; apenas o caso de Ester foi diferente. Para ela não foi dada à oportunidade de escolher, ela foi levada ao palácio e lá, entre outras mulheres, foi à escolhida pelo rei.


Foi pelo fruto e posicionamento dessas mulheres que elas vieram a ter um casamento abençoado por Deus e se tornaram um exemplo para nós.

2 comentários:

Vanessa Mello disse...

Muito forte, amei o seu blog estarei acompanhando ele, se puderes dar uma visitada no meu olink é: http://vanymello.blogspot.com/
Conto com vc...

Bjinhos e q Deus continue te inspirando cada vez mais. *-*

Jesusmar Sousa disse...

Como homem e acima de tudo homem de Deus, concordo plenamente com a senhora. Observamos as atitudes das mulheres de fé. Eu observo muito, e só darei o meu "veredito", quando ver uma mulher diferenciada, guerreira mesmo! Deus abençoe a senhora. Estou seguindo desde já o blog.

Postar um comentário

3 de jun de 2010

Rebeca, Ester e Rute

Quando falamos em casamento, normalmente, nós mulheres tendemos a pensar na cerimônia, no vestido, cabelo, maquiagem, a festa, o bolo, o salão, as lembrancinhas e etc. Além de super romantizar a vida pós-casamento.
Eu já me peguei varias vezes fazendo isso!
De certo que a vida sentimental é coisa mais importante depois da nossa salvação, por isso o fato do casamento ser tão esperado e almejado por nós.
Afinal buscamos encontrar alguém que partilhará sua vida e formará uma nova família conosco.


A Bíblia nos conta diversas histórias a respeito de casamento, como a de Rute, a de Ester e a de Rebeca. Essas histórias, no entanto, presam os momentos que antecedem o casamento, falam como se deu o encontro do casal.
A cerimônia, a festa e o pós-casamento não são o enfoque destas histórias.
Não que seja errado pensar nessas coisas, mais essas mulheres priorizaram sua vida com Deus e por isso alcançaram a felicidade que tanto almejavam.


Em comum,vemos que a atitude dessas mulheres foram fundamentais para que houvesse o encontro com seus maridos, resultando no casamento. Elas tiveram que abrir mão de suas famílias, dos hábitos e costumes de sua terra. Porque acreditavam no Deus que serviam.
Rute e Rebeca abriram mão de seus povos, suas vidas; apenas o caso de Ester foi diferente. Para ela não foi dada à oportunidade de escolher, ela foi levada ao palácio e lá, entre outras mulheres, foi à escolhida pelo rei.


Foi pelo fruto e posicionamento dessas mulheres que elas vieram a ter um casamento abençoado por Deus e se tornaram um exemplo para nós.

2 comentários:

Vanessa Mello disse...

Muito forte, amei o seu blog estarei acompanhando ele, se puderes dar uma visitada no meu olink é: http://vanymello.blogspot.com/
Conto com vc...

Bjinhos e q Deus continue te inspirando cada vez mais. *-*

Jesusmar Sousa disse...

Como homem e acima de tudo homem de Deus, concordo plenamente com a senhora. Observamos as atitudes das mulheres de fé. Eu observo muito, e só darei o meu "veredito", quando ver uma mulher diferenciada, guerreira mesmo! Deus abençoe a senhora. Estou seguindo desde já o blog.

Postar um comentário